Quem nunca se arrependeu de algo, né?! Da escolha da cor que ia pintar a casa, do homem com quem se casou, não ter confiado naquela vozinha que falava na tua cabeça, de ter deixado a vida no automático, de não ter economizado mais, de falar algo que não deveria, de se importar com quem não merecia, de uma declaração de amor não dada, da escolha da profissão,…
 
Eu tenho dois arrependimentos na vida. Na verdade, um deles é mais uma dúvida que um arrependimento.
 
Eu contei AQUI pra vocês o começo da minha história… nela, eu poderia incluir que aos quase 7 meses da gravidez do meu primeiro filho, o Ivan e eu, tivemos a chance de nos mudar pros EUA.
Algumas coisas fizeram com que eu resolvesse não ir. Alguns problemas envolvendo a gravidez, mas se hoje, 19 anos depois, eu pudesse voltar no tempo, eu teria ido.
Sabe aquele velho ditado: "se eu soubesse o que sei hoje nos meus 19 anos…" 
 
Minha primeira gravidez foi um tanto quanto complicada. Tive um ameaço de aborto no quinto mês, estava passando por estresse emocional com a família, estava apaixonada por alguém que não era o pai do meu filho, estava com ele há apenas 6 meses e ele só tinha 20 anos. Me apavorei com a ideia de ter meu filho em breve, num lugar tão distante e sozinha. Arreguei. Ahhhh… se arrependimento matasse!!
 
Hoje, com minha experiência de vida e dotada de uma dose maior de coragem, eu teria ido!
Mas eu me absolvo… porque a situação realmente era complicada e eu estava vivendo naquele momento, uma enchurrada de importantes decisões de vida.
 
Mas o sonho não morreu… só está esperando o momento certo!
 
 
american-flag-pickup-truckvintage-pickup-truck-with-american-flag-original-photos-i-love-mm0sw6ti
 
Meu outro arrependimento ainda não é um arrependimento. Há 10 anos tenho pesado se a decisão que tomamos de morar longe da família, foi a melhor decisão. No começo achei ótimo, depois veio  a saudade, voltei a gostar da ideia, teve momentos em que eu queria porque queria voltar correndo, veio a época do "tô acostumada, amo aqui!" e agora, apesar de gostar daqui, sinto muito pela falta que a família faz para as crianças.
Se um dia virar arrependimento, eu conto pra vocês, tá?!! rsrsrsrs
 
mapaUma coisa é certa… nunca é tarde pra recomeçar, pra realizar os sonhos, pra se apaixonar novamente, pra uma aventura… o importante é ter auto-estima, erguer a cabeça, ser feliz com o que vc tem, com quem você é e sempre… sempre querer mais… o que passou, passou, mas o futuro está ali… todinho esperando por você!!
 
Quais são seus arrependimentos?!